AULA 09: Mídia digital

02-07-2016 00:12

Na aula de hoje vamos tratar sobre um tema essencial hoje em dia, usar a internet ao seu favor e conhecer plataformas digitais como Google Play, Spotify, Rdio, Tidal, Bradesco Music, Deezer e Apple Music.

O Avenged Sevenfold sempre está ligado em todas as novidades online, porém são mais adeptos do Itunes. Eles já fizeram chat onde os fãs faziam as perguntas através da hashtag #AskA7X em 23 de agosto de 2013 e três dias depois o álbum Hail To The King atingiu o primeiro lugar no Top Álbuns do Itunes Brasil, desbancando artistas como John Mayer, Franz Ferdinand e Katy Perry. 



E você sabe como criar, personalizar e usar um perfil de artista nessas plataformas?

Quando um músico coloca seu trabalho disponível nas lojas digitais e plataformas de streaming, um perfil de artista é criado imediatamente para agregar o conteúdo que ele produzir. 

Cada serviço digital tem suas características, tanto para inserir quanto para edição de conteúdo da página. 


Mas o que seria Streaming? 

Esse palavrão todo significa fluxo de mídia, se trata de uma tecnologia que envia informações multimídia, através da trasferência de dados, utilizando redes de computadores,  para tornar as conexões ainda mais rápidas. Existem diversos tipos e explicaremos como utilizar cada uma.


SPOTIFY:


A alteração de imagens de capa e perfil de artista pode ser feita pelo próprio artista, selo ou produtora. As fotos e informações são sincronizadas por meio de outra plataforma digital: o Rovi, banco de dados também usado pelo site All Music Guide.

Para ter acesso ao Rovi, é necessário criar um ID. Neste formulário abaixo aqui (em inglês), fornecido pelo próprio Spotify, pede-se dados como nome do artista, link para a discografia no Spotify, email, selo ou distribuidora e empresa que faz a gestão do músico (management) ou produtora. 

Importante: Todos os campos são obrigatórios.

A solicitação leva cerca de duas semanas para ser processada e após aprovação, uma mensagem de confirmação chegará ao email que você cadastrou.


Para atualizar as imagens, o Spotify fornece outro formulário, chamado "Rovi Image Update Form". Será pedido o ID do Rovi para conseguir fazer Upload. Acesse aqui o formulário de mudança de imagens.

Para outras informações sobre possibilidades do perfil de artista no Spotify, como por exemplo sincronizar datas de shows, loja virtual e outros dados, acesse aqui (em inglês).


O Spotify também trabalha com o conceito de "perfil verificado" de artista, como no Facebook e no Twitter, onde ocorre a verificação que permite a integração do seu perfil de usuário com o de artista. O número de seguidores nos dois perfis é unido em um só e o perfil de artista fica habilitado para criar playlists e notificar automaticamente os seguidores sobre novos lançamentos.

Para se inscrever em um perfil verificado, é necessário ter no mínimo 250 seguidores como artista na plataforma. Para solicitar um perfil verificado, envie seu pedido aqui (em inglês).


Os valores repassados no Spotify são controversos para alguns artistas, mas veja abaixo como funciona:




DEEZER:


O Deezer ainda não possui perfil verificado de artista ainda.

A exigência do site é que a foto de perfil seja em 500×500 pixels e a de capa em 1800×230 pixels que não tenha nada escrito. A biografia deve ter apenas um parágrafo.

Um diferencial do Deezer é a boa integração com o Facebook, que permite a inserir um miniplayer na timeline quando se compartilha um link da plataforma e também uma aba de "ouça/listen" ao lado do "curtir" da fanpage. Essa aba também abre um miniplayer da Deezer, que pode ser personalizado da forma como preferir.

Para criar a aba do Deezer na sua fanpage clique aqui.



RDIO:


O Rdio tem uma iniciativa muito interessante chamada "Artist Program", em que o artista que tem conteúdo na plataforma pode participar e obter uma assinatura gratuita, junto a ferramentas de personalização da página como inserir fotos e conexão da plataforma com o Twitter, estatísticas detalhadas em tempo real e ainda poder receber $ 10,00 para cada assinante novo que se cadastrar pelos seus links.

A iniciativa deve ser reformulada nos próximos meses, então fique atento às novas condições. Saiba mais sobre aqui.



APPLE MUSIC:


São as plataformas que oferecem liberdade total para o artista. Uma vez aprovada a sua solicitação de acesso ao perfil de artista, é possível personalizar e disponibilizar toda forma de conteúdo como em uma rede social. No entanto, conteúdos colocados diretamente, sem o intermédio de um selo ou agregador, não serão convertidos em dinheiro depois.

Solicite o acesso à página de artista do Apple Music aqui (via cadastro no iTunes Connect)



GOOGLE PLAY:


A área musical do Google Play pode ser acessada aqui.

No caso da biografia no Google Play, caso você não a edite, as informações virão automaticamente da sua página de Wikipedia, caso tenha. Mais informações com vídeo explicativo sobre perfis aqui.



TIDAL:



Por enquanto o Tidal ainda não oferece formas de interação do artista com sua página na plataforma, além dos dados automáticos das obras. 



BRADESCO MUSIC:


Essa novidade saiu do forno final do mês de abril e não foi muito divulgada, A Bradesco Cartões em parceria com a Universal Music Group criaram a plataforma de streaming Bradesco Music, plataforma de conteúdo de acesso ilimitado exclusiva aos clientes dos cartões de crédito. Esse serviço de música e vídeos estará disponível para desktops, smartphones e tablets. O projeto inclui ainda o lançamento de um cartão de crédito com marca Bradesco Music, nas modalidades Nacional e Gold.

O Bradesco Music terá streaming de todo o catálogo da Universal Music, acervo que conta com mais de meio milhão de músicas e 50 mil videoclipes em alta definição. Os assinantes do serviço, terão acesso a playlists da Universal, últimos lançamentos e notícias do mercado musical. A assinatura mensal custa R$ 4,90. Clientes que adquirirem o cartão Bradesco Music terão livre acesso.

Os assinantes concorrerão ainda a experiências exclusivas, como conhecer de perto a rotina de um artista e visitar ensaios de artistas nacionais e internacionais. A plataforma também fará uma série de promoções com kits de produtos e viagens pelo mundo para clientes assistirem espetáculos musicais.

Para mais infos acesse aqui ou procure em sua agência local.


HOMÔNIMOS

Caso sua música seja agrupada com uma de mesmo nome, não é um erro da distribuidora ou de quem cadastrou. As plataformas digitais partem do princípio de que trata-se da mesma banda ou artista.

É possível notificar as plataformas e pedir a separação de homônimos, de modo a criar uma ou mais novas páginas de artista. É um processo manual que é pedido a cada serviço individualmente e não tem um prazo determinado de execução. Cada loja digital também tem seus critérios de alteração. Na Deezer, por exemplo, é possível pedir alterações somente em páginas de artista que tenham a partir de 300 fãs.

Há chance de que novos lançamentos sejam direcionados novamente para a página do homônimo, mas basta nos notificar sua gravadora, produtora ou quem inseriu os dados ali e eles pedem essa alteração. Na hora do preenchimento do cadastro no Fonomatic seja criterioso para que as chances sejam ainda menores.